Fisio e Terapia Integradas

Florais

A terapia floral é um desdobramento que considera não apenas o corpo físico, mas também, campos energéticos sutis. O ser humano é visto de forma integral nos seus aspectos: físico, mental, emocional. São interligados e interdependentes, funcionando como um sistema onde o desequilíbrio de um dos aspectos afetará todos os outros. Na terapia floral, o padrão vibracional das essências entra em ressonância harmônica com o ser. Ao atuar como um princípio catalisador, ativa processos de expansão e transformação da consciência despertando a harmonia e o equilíbrio energético. Pela sua própria natureza, as essências florais não tem impacto direto sobre a bioquímica do corpo, como os alimentos, medicamentos farmacêuticos ou drogas psicoativas, pois, não são medicamentos e não interferem na sua ação. Atuam por ressonância vibratória, através do campo eletromagnético, tem um efeito de reequilíbrio energético de tudo aquilo que estiver desestabilizado, desarmonioso e vibrando em baixa frequência.

Na terapia floral existem diferentes linhas ou tipos de essências florais, mas, o precursor da terapia floral foi o médico inglês Edward Bach que em 1930 buscou na natureza os remédios preparados a partir de plantas silvestres. Desde então, estes remédios vem sendo utilizados no mundo todo, sendo inclusive, recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma prática integrativa e complementar à medicina convencional, pois, as essências florais não são medicamentos (OFICIO ANVISA SVS/GABIN 479/98) e não atuam diretamente na bioquímica do corpo. As essências florais tem um caráter preventivo e sua utilização não dispensa cuidados médicos quando necessários. Podem ser integradas as técnicas de acupuntura auricular, sistêmica, reflexologia, terapia dos chacras, pindas chinesas, cones chineses.

As sessões duram em média de 50 minutos.

MENU